Publicações

Revista

A Atlântico Business Journal foi criada como ferramenta de um plano estratégico com vista à publicação e promoção de produção científica, não só da Escola Superior de Negócios Atlântico – Atlântico Business School, mas também de outros produtores de conhecimento sendo deste modo um instrumento não só de divulgação, mas também de promoção e dinamização dessa produção científica.

Desta forma, a revista científica que é revista por pares (double-blind peer review) com edições anuais, pretende crescer e ganhar nome na comunidade académica e empresarial como forma de divulgar a produção científica feita nas temáticas da gestão, empreendedorismo, turismo, marketing, recursos humanos e economia digital.

Livros

Em 2006, a Escola Superior de Negócios Atlântico, lançou a sua própria editora, a Espaço Atlântico – Publicações e Marketing, que pretende por um lado apoiar os alunos da instituição, por outro fomentar a investigação e as publicações e, ainda, assumir uma posição com reconhecido prestígio no meio académico e empresarial, através do desenvolvimento de uma linha editorial na área do Business and Economics.

Esta editora pretende, deste modo, ser um polo catalisador que agrega docentes e alunos na produção de conhecimento científico culminando na publicação de um livro com a chancela Espaço Atlântico – Publicações e Marketing.

Entre as publicações efetuadas, salientam-se as duas coleções produzidas por Estudantes e Docentes da ABS: a Coleção “Casos da ABS” e a Coleção “Estudos Aplicados da ABS”.

 

A Coleção “Casos da ABS” tem até ao momento dois títulos publicados

 

Coleção “Estudos Aplicados da ABS”

  1. Bulhosas O Futuro é Digital?
  2. Intertráfego Norte, Pensado Além Fronteiras…
  3. Bee Consulting
  4. IESF dinamizado pelo ecossistema Atlanticidades
  5. A internet como fator determinante na mudança dos investimentos em Marketing
  6. As Apps Móveis alteraram o acesso ao Fitness, à Saúde e ao Bem-estar geral. O impacto destas alterações para a Indústria do Fitness em Portugal.
  7. Caso CVCL
  8. B & Barbosa, SI ao serviço da gestão
  9. Autover: Objetivo Qualidade Total
  10. Manoel Poças Júnior – Vinhos, S.A.
  11. Ancestra Comunicação – Projeto DGREE
  12. Colégio Heliântia – Um Pilar na Comunidade
  13. Crescimento em tempo de contração económica
  14. Mário Luso, Uma tradição no século XXI
  15. Projeto de internacionalização para países lusófonos
  16. Internacionalização da Dermoestética para Angola
  17. Inovar para Competir
  18. Recuperar o mercado da Casa Académica
  19. Caso Marca FLUX
  20. Vias para a Internacionalização
  21. Captar e Reter Talento
  22. “A iluminar o Futuro” Caso: CEVE – Produção própria de energia
  23. Incrementar Visibilidade
  24. Diversificação de Mercados
  25. Atlântico Business Research: Produzir o Conhecimento para o Mundo
  26. Dinamização da Tecnologia Cloud
  27. Produção Científica na Atlântico Business School
  28. Adaptação à Lei Brasileira de Privacidade de Dados (LGPD)

 

A Coleção “Estudos Aplicados da ABS” tem até ao momento 28 Estudos publicados podendo ser consultadas mediante solicitação pelo preenchimento do seguinte formulário:





Case Studies

O ESTUDO DE CASO faz parte da génese da ABS e esta metodologia assenta num desenho metodológico rigoroso, partindo de um problema iniciado com “porquê” ou “como” e onde estão muito claros os objetivos e o enquadramento teórico da investigação. O problema de seguida decompõe-se em proposições e estas, por sua vez, em questões orientadoras. Depois são ainda identificadas(s) unidade(s) de análise e é feito o desenho dos instrumentos de recolha da informação. Efetua-se à posteriori o necessário registo e classificação da informação a partir das múltiplas fontes de evidência, procede-se à triangulação da informação para dar resposta às questões orientadoras e, por fim, filtra-se criticamente a problemática estudada com os elementos conceptuais teóricos que fundamentaram o estudo.

A intervenção termina sempre com a análise retrospetiva dos conceitos e modelos, do avanço do Conhecimento conseguido, das implicações a nível Empresarial, das limitações do trabalho de investigação efetuado e de perspetivas de futuros desenvolvimentos de investigação.

Estas metodologias permitem estudar o objeto (caso) no seu contexto real, utilizando múltiplas fontes de evidência (qualitativas e quantitativas) e enquadra-se numa lógica de construção de Conhecimento, incorporando a subjetividade do investigador.

 

A aplicação da metodologia de Estudo de Caso atinge o seu apogeu na unidade curricular CASOS DE ESTRATÉGIA que finaliza todos os cursos da Escola e está na base de uma intensa dinâmica entre a ABS e o meio empresarial, constituindo um excelente exemplo das atividades de Investigação Aplicada da instituição.

A unidade curricular baseia-se na deteção e resolução de um Caso por um grupo de alunos, em conjunto com uma empresa, representada pelo Monitor, apoiados por Tutores/Docentes da ABS. Os alunos têm de detetar um Problema que a empresa tenha ou uma Oportunidade a aproveitar, e ajudar a empresa a resolver o Caso (propor soluções para o Problema ou estratégias para transformar a Oportunidade em ganhos efetivos para a empresa) e fornecer orientações em relação à implementação da resolução.

A unidade curricular tem várias etapas, durante as quais os Estudantes desenvolvem diferentes trabalhos de Investigação Aplicada e, no final, entre outros outputs, entregam um Relatório de Análise e Recomendações às Empresas. Tendo como objetivo uma reflexão sobre os conceitos e modelos estudados e sobre o Conhecimento gerado pela sua aplicação, os Estudantes têm também que desenvolver um Case Study onde, paralelamente com a resolução do Caso, apresentam as metodologias utilizadas, efetuam uma análise crítica da aplicabilidade dos modelos, refletem sobre o Conhecimento obtido e sobre a sua importância para a gestão Empresarial, apontando pistas para um eventual aprofundamento dos temas. No final, efetuam uma Apresentação Pública perante um júri composto por empresários e quadros de empresas.

Além disso, têm de preparar a participação da Empresa numa Feira de Empresas, e representá-la durante a Feira, discutindo o seu Caso com um Júri de avaliação externo ao ESNA, composto por empresários e quadros de Empresas. No final, as Empresas elaboram um “Testemunho Escrito” e em Vídeo com a sua opinião sobre o projeto.

Ao abrir-se desta forma, a ABS passa a funcionar em Ciclo Aberto, sujeitando-se à avaliação e validação externa. A interação com o meio empresarial serve, simultaneamente, para adequar o ciclo de estudos e as suas atividades à evolução do contexto Empresarial e para validar as metodologias adotadas e os resultados dos processos de aprendizagem.

 

 

Os Relatórios e CASE STUDIES – consultar lista de Case Studies aqui – foram distribuídos por uma centena Bibliotecas de Instituições de Ensino Superior e Centros de Investigação, podendo ser consultadas mediante solicitação pelo preenchimento do seguinte formulário: